garota, eu vou pro canadá

mais uma amiga que vai pra gringa. de vez.

essa vai com marido e filho a tiracolo, o que me deixou assustada e admirada – que coragem!

e aí ela me contou que muita gente tá estranhando a ideia e não entende essa decisão:

– mas você vai pra lá, lá é frio, mas e vai trabalhar com o quê, e  os amigos e a família, mas seu filho é muito pequeno e… você não tá feliz aqui?

e aí que ela me disse que o mais estranho é que ela está, sim, feliz aqui. tá tudo bem com o emprego, tudo bem com o apartamento, com o esquema de quem cuida do filho, o marido também tá satisfeito, ela gosta do brasil…

… mas e daí? não pode procurar outro tipo de felicidade? não pode querer mudar só pra ver o que acontece? ah, se não der certo, não deu, mas foi, correu o risco, descobriu novas dificuldades, novas alegrias etc

e então fiquei pensando que tudo bem não estar feliz só porque está “tudo bem”. acho meio errado também nunca estar satisfeito com nada, insaciável, tem que encontrar satisfação nas coisas sim e tal, mas acho que todo mundo têm o direito de procurar outras formas de ser feliz, né?

parece tão óbvio, eu sei, tô até sem graça de estar surpresa com isso. é que eu sempre fui tão tranquila que to é cansada dessa calmaria. acho que preciso desse turning point

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Prosas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s