Esquizofrenia

Você sabe o que estou ouvindo, o que ando lendo, que filmes eu gosto, que escolas estudei, o que achei do resultado do jogo, que me empolguei para ver o show da fulana que foi confirmado agora há pouco, que hoje o frio e o sono me dominaram, que o almoço com cicrana foi ótimo…

Quem perguntou? O twitter? Quem responde? Quem repete o que você diz? Quantos “like’s” você ganha com essa piada?

Internet engana bem a solidão. Nessas redes sociais você pensa que está no meio de um diálogo, numa mesa de bar. É uma ilusão interessante pra acionar durante o expediente, pra fugir um pouco do trabalho. Num dia que ninguém te retorna uma ligação.

Mas não te assusta a quantidade de coisas que hoje acontecem na internet em sua vida? Tipo a porcentagem de diálogos, piadas, brigas, o achar absurdo/incrível…que é virtual? Tem espaço ainda pro real?

Sei que toda vez que piro nisso penso que a internet só reúne gente louca falando sozinha torcendo pra algum tipo de audiência, aumento no número de amigos/seguidores…e eu aqui, falando disso num blog. Faz algum sentido? Tcs tcs…

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Prosas

7 Respostas para “Esquizofrenia

  1. Bruno Schuch

    Parabens pelo blog. Ja favoritei. Gostei muito da seleção dos temas que aborda.

  2. Melissa

    Ando tendo sérias crises com a internet…mas o que posso dizer? Sou viciada né? Então aqui estou eu…

  3. Marcio

    E milhares de vezes penso nisso, e penso em sair de todos… mas faz falta, já virou rotina. Sentido? Nenhum.

  4. pat

    Enganar a solidão, acho que não engana. Mas, como você me conhece, não acho que seja um mundo tão à parte do real. Eu sou real (:

  5. Sarah

    Cadê o botãozinho de “like” pra esse post?

  6. Descobri um “gostar” e um “rate this”, acho que já resolve 🙂

  7. KKKK. Blogueira é o bicho mais contraditório do mundo. Político está em segundo lugar.

    Mas o meu blog é um arquivo de idéias, minha pesquisa.

    Quando inicio um projeto, pesquiso no meu blog primeiramente. É minha memória na web, porque nem sempre me lembro daquilo que gostei. Aí jogo no Google e ele me diz:

    “Lembra que você gostou do botãozinho da rebibonca da curva da parafuseta do site do fulano que não existe mais?”

    Pego o botãozinho e coloco no meu projeto da vida real. O fato é que as minhas referências começaram a sumir da web, e o blog é uma ótima maneira de arquivar e escrever sobre o que gostei/desgostei.

    Aí que tem uns malucos que gostam de lá, e gosto também de ajudá-los em suas pesquisas… Virou amizade.

    Minha vida real é intimamente ligada a virtual. Não tem separação. Estou bem exposta, que situação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Um beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s