Doce nostalgia

Hoje veio um gosto na boca, desses bem doces e melados. De alguma coisa que comi feliz até a exaustão e enjoei.

Daí lembrei:

Comprava todo dia pelo menos um na saída da escola. Chegou um dia que comprei até uma caixa. Isso porque vinha com adesivos e eu colecionava, óbvio. Sem contar a aflição toda de saber que o produto era “edição limitada” e podia parar de vender a qualquer momento.

Funcionou: fiquei enjoada e hoje, mais de dez anos depois, veio o gosto de nostalgia feliz e empapuçada.

E aí que a Melissa, também ex-addicted do pirulito das Spice Girls, observou:

Saudade da época que eu exagerava em alguma coisa. Agora nos afogamos em equilíbrios chatos que não serão lembrados daqui dez anos, nem com gosto bom nem com gosto ruim. Afinal meio termo é chato, sem gosto e especialmente bem ‘esquecível’

Assino embaixo. Aliás, orgulho de ter tido a Mê como companheira dessa época saudosa, com gosto de pirulito das Spice, cheiro de pó de maquiagem pro balé e gesso pra sapatilha, colorida de branco e azul marinho do uniforme da escola, recheada de testes da Capricho, adesivos e recortes pra agendas e etc etc etc…

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Drinks, Prosas

2 Respostas para “Doce nostalgia

  1. Pingback: Exagero « Maçã A / Control T

  2. Pergunta: ONDE você encontrou esse gosto???
    Quero muito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s