Chuva de sapos

Revi esses dias o filme “Magnólia”. Você já deve ter ligado A com B e lembrado do filme que tem aquela “chuva de sapos”, como foi assim que me lembrei desse filme agora também. Foi o que ficou daquela vez.

Claro que tem todo o discurso sobre as coincidências, os personagens complexos e que vão se conectando ao longo do filme, uma melancolia por causa da chuva constante e uma aflição por conta da música tensa que mantém o espectador alerta… São várias coisas. Mas dessa vez, o que vai ficar com certeza é o discurso final feito pelo policial, em que ele fala sobre o perdão. Que nós podemos perdoar. Que é difícil. Mas que é possível. E pergunta: o que você consegue perdoar?

E então aquela chuva de sapos fez sentido pra mim. O número de “sapos” que engolimos e o número de sapos que cuspimos pra fora têm que ser iguais? Temos sempre que estar assim, equilibrados? Tem alguma regra pra que tipo de sapo é proibido engolir ou que tipo de sapo é bom de vez em quando engolir pra evitar conflitos? Será que o lance é nunca engolir sapo e sair por aí brigando e falando tudo o que pensa a todo momento? Ou fingir viver como se estivesse sempre tudo bem, tudo legal, tudo ótimo?

Sei lá, só pensei que seria bom pensar de vez em quando na sua própria “política do perdão”. E pensar também que às vezes elas não precisam ser assim tão rígidas. A gente às vezes é muito duro com os outros e facilita demais as coisas pro nosso lado. É fácil criar regrinhas e sistemas. Difícil é seguir. Mais difícil ainda é saber quais são as brechas – porque sim, elas existem (ao menos deveriam).

Obs: sobre o filme mesmo, se quiserem ler uma resenha, tem essa aqui, que eu adorei, no Scream & Yell

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Prosas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s