Chuva em Paraitinga

Queria poder escrever uma retrospectiva de 2009 ou ainda uma listinha graciosa de promessas para 2010. Planejar o aniversário, o carnaval, aulas de dança, de fotografia, as próximas viagens ou qualquer outra coisa mais típica de um início de ano, que sempre me soa como o momento mais promissor e esperançoso de toda e qualquer época do ano.

Mas não há clima pra nada disso. O ano começou cinza e chuvoso, desmoronando sonhos, histórias e vidas. A colorida cidade do carnaval está coberta de água barrenta, destroçada. Seus monumentos despedaçados. Nunca fui muito de levantar bandeiras, participar de grandes mobilizações ou mesmo me abalar com tragédias do tipo a ponto de fazer algo de concreto. É só quando aperta o próprio calo que a gente acorda, eu sei.

Só fico pensando como serão os próximos carnavais,

como vão erguer aquelas casinhas, as capelas, a igreja…

onde vão abrigar as alegorias, os bonecos, as fantasias…

que som aquelas violas vão vibrar…aliás, onde estarão as violas a essa hora?

É…2010 nasceu em uma quarta-feira de cinzas

****

Doações para São Luiz de Paraitinga na ESPM (Saiba o que doar clicando aqui)

Rua Dr. Álvaro Alvim, 123 – Vila Mariana 04018-010 – São Paulo, SP

A partir de hoje  (4) das 15h até às 21h. E dias 5 e 6 das 10h às 21h

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Prosas

Uma resposta para “Chuva em Paraitinga

  1. Ah, muito triste ver as cenas de lá…. e nós que estivemos tanto por lá! =/

    Vou repassar os contatos pra doação!

    Saudades, Dé.
    Beijooos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s